Empresas abusam de publicidade electrónica e não removem e-mails dos consumidores!

6 Junho, 2016 11:38

Empresas abusam de publicidade electrónica e não removem e-mails dos consumidores!

Quem tem contas de e-mail já se deve ter deparado diversas vezes com publicidade electrónica que parece não ter fim. Alguma dessa publicidade é possível ser filtrada pelos famosos “Lixos Electrónicos” fornecidos pelo fornecedor de e-mail mas as empresas de publicidade parecem contornar esta situação usando diversos dominios para “minar” os seus alvos com uma publicidade que parece não ter fim.

E o que devemos fazer para que essa publicidade tenha fim? A solução deveria ser simples, uma vez que a lei prevê que todo o consumidor tem direito a remover o seu e-mail dessas mailings lists e as empresas são obrigadas a respeitar a decisão do consumidor, até que eles aparentemente informam o consumidor no final dos seus e-mails dessa mesma lei:

Ao abrigo da Lei 67/98 de 26 de Outubro, o destinatário poderá a qualquer momento proceder à rectificação oυ cancelamento dos seus dados, conforme o disposto nos artigos 10º e 11º, para tal poderá enviar e-mail para: remover@xxxx.com

Mas o que acontece e pelo que pudemos testar com diversas contas de e-mail que recebiam e-mails não subscritos de empresas como DECO Proteste, LaRedoute e Jogos Santa Casa (que usam aparentemente o mesmo serviço de publicidade contratado a empresas terceiras), esse procedimento não é de todo respeitado, e das enumeras vezes que foi solicitado via esse meio a remoção do e-mail, ele simplesmente não aconteceu, ou seja, continuamos a receber sistematicamente e-mails de publicidade.

As entidades reguladoras aparentemente ignoram este sistema abusivo, uma vez que diversas pessoas reclamam o mesmo como podem verificar aqui ; aqui e aqui e nada tem acontecido a estas empresas que nitidamente não respeitam a lei que protege o consumidor para este tipo de correio electrónico não solicitado. Ironicamente, uma das entidades que usa este sistema é a própria DECO que deveria ter uma posição de defesa do consumidor.

Recebe este tipo de e-mails? Já alguma vez conseguiu com sucesso remover o seu e-mail destas listas? Já fez o pedido mas mesmo assim continua a receber e-mails? Deixe o seu testemunho nos comentários.